GAMES 4U
 
02/01/2020

Redação Games4U

Retrospectiva: 5 momentos marcantes do battle royale em 2019

E-Sports, Tiro, Multiplayer, MMO, iOS, Xbox One, PS4, PC, Outros, Android 

O ano de 2019 marcou a consolidação do gênero battle royale como esporte eletrônico. Apesar do tímido crescimento de PUBG, primeiro game do gênero a viralizar, Free Fire e Fortnite tomaram os e-sports e protagonizaram alguns dos principais eventos da temporada.

Elencamos os principais momentos do gênero em 2019. Confira:

 

1. DOBRADINHA DO CORINTHIANS NO FREE FIRE

Em outubro, o Corinthians anunciou que retornaria aos esportes eletrônicos através do Free Fire, battle royale febre no Brasil. O clube tradicional no futebol contratou a escalação que competia com Level Up, nobru, fixa, Pires e japa.

Na final da terceira temporada da Free Fire Pro League, liga nacional do jogo finalizada no dia 9 de novembro, o Corinthians conquistou a vitória e entregou o título brasileiro à torcida na Arena Carioca, no Rio de Janeiro.

Com isso, o time de Nobru classificou-se, ao lado da vice-campeã LOUD, para o Mundial da modalidade, a Free Fire World Series, que aconteceu no dia 16 de novembro. O Corinthians finalizou a temporada com o título de campeão mundial de Free Fire, vencendo outros 11 times de 10 países.

 

2. COPA DO MUNDO DE FORNITE

A Epic Games consolidou em prática em 2019 seu milionário projeto de e-sports, realizando, com US$ 100 milhões entre sua fase online e a presencial, a primeira Copa do Mundo de Fortnite.

A grande final aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos, e contou com três fases: o Pro-Am, que uniu personalidades e influenciadores do jogo a fim de trazer entretenimento ao campeonato, e os torneios solo e duo.

A dupla europeia aqua e nyhrox foi a grande vencedora da primeira disputa profissional. A solo teve o norte-americano Bugha como vencedor, seguido de perto por psalm e EpikWhale.

Pela influência do Fortnite nos e-sports e por sua ligação com o mainstream, a Copa do Mundo foi marcante por si só. Para a América Latina, no entanto, o argentino K1ng se destacou ao faturar o 5º lugar na disputa solo — e emocionar os fãs de esporte eletrônico em sua comemoração.

 

3. RED CANIDS NO PUBG

No PUBG, um dos pontos altos desta temporada foi a participação da Red Canids Kalunga na modalidade. Isso porque a Matilha foi quem representou o Brasil em duas das principais competições realizadas em 2019.

A primeira participação aconteceu no GLL Grand Slam, o qual a Red “se classificou” ao contratar o quarteto que vinha defendendo Brazilian Crusaders - equipe que já tinha disputado o Global Summit. No Grand Slam, apesar de boas quedas, a Matilha conquistou o modesto 13º lugar.

Mas no Global Championship, torneio que é considerado o Mundial de PUBG, a Red Canids fez campanha histórica. Se até então nenhum time da América Latina tinha chego na parte final de uma competição, a barreira foi quebrada pela equipe brasileira, que chegou até as quedas válidas pela semifinal.

 

4. A ASCENSÃO DO APEX LEGENDS

Apex Legends foi lançado em fevereiro de 2019 e foi recebido pelo público de maneira calorosa. Em uma semana, o jogo alcançou 25 milhões de jogadores, e o primeiro Apex Legends Twitch Rivals teve 8,4 milhões de visualizações diárias, tirando o recorde anterior de Fortnite.

O battle royale não manteve o estrondoso sucesso de sua estreia e teve queda de 75% em jogadores ativos já em abril, dois meses após seu lançamento. Como esporte eletrônico, Apex Legends teve torneios como o EXP Invitational, que teve a Team SoloMid como campeã.

Em dezembro, a EA anunciou a Apex Legends Global Series, liga oficial e mundial do jogo, que premiará 3 milhões de dólares entre cerca de 22 torneios ao longo de 2020. A liga será decisiva para determinar se o battle royale vingará ou não como esporte eletrônico nos próximos anos.

 

5. FREE FIRE E OS NÚMEROS

Free Fire foi o jogo de crescimento mais expressivo como esporte eletrônico em 2019 — e não é a toa que muitas personalidades do meio consideram o battle royale como o e-sport do ano.

Transmissões de Free Fire quebraram, ao longo do ano, os recordes de espectadores simultâneos do YouTube Gaming. Em julho, a Pro League teve 763 mil viewers; já o Mundial, a Free Fire World Series, alcançou 1,2 milhões em novembro.

Os times mais populares do jogo mobile também quebram recordes da plataforma. A LOUD é o time de e-sports com mais engajamento do Brasil nas redes sociais, e fecha 2019 com mais de 173 mil seguidores no Twitter e 2,5 milhões no Instagram. Com dois meses de time, o Corinthians finalizará o ano com 22 mil no Twitter e 1,1 milhão no Instagram.

(Evelyn Mackus / Gabriel Melo / ESPN Brasil)

compartilhe

Confira as notícias e vídeos do mundo dos games

Amazon Prime Gaming traz itens gratuitos para games gigantes
Cyberpunk 2077 estreia três novos trailers simultâneos
Velozes e Furiosos: Encruzilhada traz os atores originais
Patrulha da Noite ganha vida em Game of Thrones: Tale of Crows
Especial de Verão permite criar corridas de rua em GTA Online