GAMES 4U
 
02/01/2020

Redação Games4U

Retrospectiva: 5 momentos marcantes do battle royale em 2019

E-Sports, Tiro, Multiplayer, MMO, iOS, Xbox One, PS4, PC, Outros, Android 

O ano de 2019 marcou a consolidação do gênero battle royale como esporte eletrônico. Apesar do tímido crescimento de PUBG, primeiro game do gênero a viralizar, Free Fire e Fortnite tomaram os e-sports e protagonizaram alguns dos principais eventos da temporada.

Elencamos os principais momentos do gênero em 2019. Confira:

 

1. DOBRADINHA DO CORINTHIANS NO FREE FIRE

Em outubro, o Corinthians anunciou que retornaria aos esportes eletrônicos através do Free Fire, battle royale febre no Brasil. O clube tradicional no futebol contratou a escalação que competia com Level Up, nobru, fixa, Pires e japa.

Na final da terceira temporada da Free Fire Pro League, liga nacional do jogo finalizada no dia 9 de novembro, o Corinthians conquistou a vitória e entregou o título brasileiro à torcida na Arena Carioca, no Rio de Janeiro.

Com isso, o time de Nobru classificou-se, ao lado da vice-campeã LOUD, para o Mundial da modalidade, a Free Fire World Series, que aconteceu no dia 16 de novembro. O Corinthians finalizou a temporada com o título de campeão mundial de Free Fire, vencendo outros 11 times de 10 países.

 

2. COPA DO MUNDO DE FORNITE

A Epic Games consolidou em prática em 2019 seu milionário projeto de e-sports, realizando, com US$ 100 milhões entre sua fase online e a presencial, a primeira Copa do Mundo de Fortnite.

A grande final aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos, e contou com três fases: o Pro-Am, que uniu personalidades e influenciadores do jogo a fim de trazer entretenimento ao campeonato, e os torneios solo e duo.

A dupla europeia aqua e nyhrox foi a grande vencedora da primeira disputa profissional. A solo teve o norte-americano Bugha como vencedor, seguido de perto por psalm e EpikWhale.

Pela influência do Fortnite nos e-sports e por sua ligação com o mainstream, a Copa do Mundo foi marcante por si só. Para a América Latina, no entanto, o argentino K1ng se destacou ao faturar o 5º lugar na disputa solo — e emocionar os fãs de esporte eletrônico em sua comemoração.

 

3. RED CANIDS NO PUBG

No PUBG, um dos pontos altos desta temporada foi a participação da Red Canids Kalunga na modalidade. Isso porque a Matilha foi quem representou o Brasil em duas das principais competições realizadas em 2019.

A primeira participação aconteceu no GLL Grand Slam, o qual a Red “se classificou” ao contratar o quarteto que vinha defendendo Brazilian Crusaders - equipe que já tinha disputado o Global Summit. No Grand Slam, apesar de boas quedas, a Matilha conquistou o modesto 13º lugar.

Mas no Global Championship, torneio que é considerado o Mundial de PUBG, a Red Canids fez campanha histórica. Se até então nenhum time da América Latina tinha chego na parte final de uma competição, a barreira foi quebrada pela equipe brasileira, que chegou até as quedas válidas pela semifinal.

 

4. A ASCENSÃO DO APEX LEGENDS

Apex Legends foi lançado em fevereiro de 2019 e foi recebido pelo público de maneira calorosa. Em uma semana, o jogo alcançou 25 milhões de jogadores, e o primeiro Apex Legends Twitch Rivals teve 8,4 milhões de visualizações diárias, tirando o recorde anterior de Fortnite.

O battle royale não manteve o estrondoso sucesso de sua estreia e teve queda de 75% em jogadores ativos já em abril, dois meses após seu lançamento. Como esporte eletrônico, Apex Legends teve torneios como o EXP Invitational, que teve a Team SoloMid como campeã.

Em dezembro, a EA anunciou a Apex Legends Global Series, liga oficial e mundial do jogo, que premiará 3 milhões de dólares entre cerca de 22 torneios ao longo de 2020. A liga será decisiva para determinar se o battle royale vingará ou não como esporte eletrônico nos próximos anos.

 

5. FREE FIRE E OS NÚMEROS

Free Fire foi o jogo de crescimento mais expressivo como esporte eletrônico em 2019 — e não é a toa que muitas personalidades do meio consideram o battle royale como o e-sport do ano.

Transmissões de Free Fire quebraram, ao longo do ano, os recordes de espectadores simultâneos do YouTube Gaming. Em julho, a Pro League teve 763 mil viewers; já o Mundial, a Free Fire World Series, alcançou 1,2 milhões em novembro.

Os times mais populares do jogo mobile também quebram recordes da plataforma. A LOUD é o time de e-sports com mais engajamento do Brasil nas redes sociais, e fecha 2019 com mais de 173 mil seguidores no Twitter e 2,5 milhões no Instagram. Com dois meses de time, o Corinthians finalizará o ano com 22 mil no Twitter e 1,1 milhão no Instagram.

(Evelyn Mackus / Gabriel Melo / ESPN Brasil)

compartilhe

Zombie Chase

Baixar

Scooby Doo Salvando Salsicha

Baixar

Confira as notícias e vídeos do mundo dos games

World of Warcraft: Burning Crusade Classic chega em junho
Gwent estreia novas recompensas com sua quinta temporada
GTFO recebe sua maior atualização com novo Rundown
Série baseada em League of Legends estará na Netflix