GAMES 4U
 
09/01/2019

Redação Games4U

PUBG bane 12 jogadores profissionais por trapaça

E-Sports, Tiro, Multiplayer, MMO, iOS, Xbox One, PS4, PC, Android 

A casa caiu para uma série de jogadores profissionais de PlayerUnknown’s Battlegrounds. A PUBG Corp, responsável pelo battle royale, publicou uma lista de 12 nomes que foram punidos por usar “programas não autorizados” em jogos oficiais online e em partidas casuais.

Entre os nomes estão alguns conhecidos do cenário sul-americano, como o brasileiro Cabecao7, Vladimir "Smitty" Venegas, atualmente na Team Secret, e Americo "Papaya" Quintero, que atuou pela Secret e ao lado de Smitty durante boa parte de 2018.

Enquanto o primeiro disputou uma série de ligas online por equipes menores, os outros dois são personagens polêmicos. Smitty e Papaya faziam parte da equipe da Kaos Latin Gamers que foi acusada de fraude durante as seletivas de torneios internacionais no início do ano e também da Secret que foi penalizada nas seletivas sul-americanas do PGI por “antijogo”.

Todos esses casos ganharam notoriedade nacional e internacional alimentando até uma rivalidade entre os chilenos e os brasileiros. Apesar da troca constante de acusações e até evidências de trapaça, a PUBG Corp nunca havia se manifestado sobre os acontecidos.

Por terem sido flagrados usando hacks em partidas competitivas e casuais, Cabecao e Papaya foram banidos por três anos. Smitty, que só foi flagrado trapaceando em jogos casuais, a sanção foi de dois anos.

(Roque Marques / ESPN Brasil)

 

compartilhe

Confira as notícias e vídeos do mundo dos games

A incrível história de Wonder Blade, censurado na China
Pioneiro pós-apocalíptico em games, Wasteland volta em 2020
Top 12: os melhores RPGs lançados no PlayStation original
Agora já tem desodorante e linha de banho do... Xbox
Dica indie da semana: a divertida estética bizarra de GoNNER