GAMES 4U
 
10/02/2019

Redação Games4U

Overwatch League agora terá transmissão ao vivo em português

E-Sports, Tiro, Multiplayer, MMO, Xbox One, PS4, PC 

Após sucesso de público em sua estreia, a segunda temporada da Overwatch League também será transmitida ao vivo com narração em português. A transmissão será feita no canal oficial no Twitch e terá um time de peso que, em sua maioria, já trabalha na Overwatch Contenders da América do Sul. A equipe será formada por Felipe “Tonello”, Thauê “Neves”, Ana Paula “Ana Xisde” Cardoso, Petar Neto, Arthur “Vecet” Rage e Guilherme “Demo” Ono.

Relações Públicas e Gerente de Licenciamento da Blizzard no Brasil, Daniel Kawano afirmou que a conquista da transmissão em português da Overwatch League só aconteceu por conta do interesse que o público brasileiro mostra muito interesse no jogo.

“O mercado brasileiro mostra bastante potencial para o Overwatch, a gente tem visto isso em números, e isso foi preponderante para que a Overwatch League se interessasse em investir [na transmissão] no Brasil e trazer essa facilidade para o consumidor brasileiro, que às vezes não entende a língua [inglesa] ou não tem empatia com os narradores de lá”, disse Kawano ao ESPN Esports Brasil.

Casters brasileiros de Overwatch durante evento da Blizzard em São Paulo. Da esquerda para direita: Demo, Ana, Neves, Petar Neto e Vecet.

Ele complementa: “Como já existe essa empatia aqui com os narradores brasileiros e por sempre pensarmos na questão de localização e tudo mais, isso foi fundamental [na decisão] e ajudou bastante. A Overwatch League realmente está olhando muito para o cenário do Brasil, de talentos e na audiência, e estão fazendo o esforço necessário para que a audiência cresça bastante aqui no território”.

Com novas equipes e um novo formato, o número de partidas da segunda temporada da Overwatch League será consideravelmente maior do que em sua estreia. Espera-se que toda a liga tenha cerca de 600 horas de conteúdo, e são os casters que precisarão estar mais afinados para aguentar essa maratona.

“Vai ser muita preparação vocal, principalmente, pois vamos fazer tanto a Overwatch League quanto a Contenders, então a voz tem que aguentar e o corpo tem que aguentar”, crava Ana Paula “Ana Xisde” Cardoso. “Vamos precisar principalmente de muita animação, porque querendo ou não a gente queria muito isso. Desde que a Contenders chegou pra gente, comentamos do grande objetivo ser uma transmissão brasileira da liga e sempre quisemos isso. Não só ter um jogador lá representando a gente, como é o caso do Alemão, mas a gente fazer parte também. Então é uma grande honra e a gente vai dar tudo de si”.

(Se o vídeo não abrir, clique AQUI)

Por ser uma retransmissão, a transmissão da Overwatch League deve seguir os moldes da original na questão de replays, análises e todo o conteúdo fora do jogo. Segundo Thauê Neves, a missão dos casters daqui será “trazer para a nossa língua toda e qualquer informação que estiver acontecendo lá”.

“Na nossa parte de narração, não estamos baseado em nada porque é ao vivo e direto, temos que trazer a informação que estamos vendo na tela. Os comentários também são ao vivo, e a análise a gente pode trazer as nossas e também fazer um paralelo com as que vão acontecer na transmissão original”, comenta Thauê.

“A transmissão da Overwatch League vai ser um pouco diferente do que o que a gente está acostumado na Contenders, onde a gente traz toda a informação e toda a análise diretamente. Por enquanto, a gente não sabe muito bem como vai ser esse formato da liga e vamos descobrir mesmo quando tudo começar”, finaliza o narrador.

A Overwatch League começa em 14 de fevereiro 20 equipes, quatro etapas, um milhão e meio de dólares em premiação e jogos de quinta a domingo. A transmissão em inglês possui um passe de acesso ilimitado da Overwatch League na Twitch com experiências personalizadas e recompensas dentro do jogo pelo preço de US$ 14,99. No entanto, ainda não foi confirmado se o mesmo acontecerá na transmissão brasileira.

MUDANÇAS NOS CONTENDERS

A Blizzard anunciou também que a nova temporada da Overwatch Contenders, divisão de base do cenário competitivo do jogo, contará com uma série de mudanças para a temporada 2019. Entre as novidades estão um novo calendário, premiação melhor e medidas para que mais atletas cheguem à Overwatch League através do torneio.

Em junho de 2018, a desenvolvedora estabeleceu os contratos de jogadores duplos, que permite que um profissional esteja inscrito tanto na Contenders quanto na Overwatch League. Para 2019, a linha do tempo das competições da modalidade será modificada para que o calendário das duas divisões faça sentido para esses atletas.

A Overwatch Contenders terá duas temporadas no ano, divididas em três fases — Trials, temporada regular e eliminatórias. Para coincidir com a Overwatch League, a primeira temporada acontecerá ao mesmo tempo que as duas primeiras etapas da liga principal, que acontecerão entre os dias 14 de fevereiro e 5 de maio. Os novos campeonatos internacionais da Contenders, Atlantic e Pacific Showdown, acontecerão no mês de maio, na pausa entre a terceira e a quarta etapa da OWL.

As ligas regionais da OWC continuarão sendo as mesmas, ou seja, América do Norte, América do Sul, Austrália, China, Europa, Coreia do Sul e Pacífico. A principal mudança no formato é que, ao invés de 12 times por edição, apenas 8 farão parte do torneio na nova temporada. Os times classificados serão decididos através do Trials, primeira etapa da Contenders.

Após a conclusão do Trials, da temporada regular e das finais de todas as ligas, acontecerá a Gauntlet (Escalada em tradução livre), em que as cinco regiões com melhores colocações nos torneios de meio de temporada enviarão dois times para competirem por um título mundial. De acordo com a Blizzard, mais informações sobre esse torneio serão divulgadas em breve.

(Se o vídeo não abrir, clique AQUI)

A última mudança anunciada pela desenvolvedora foi que a premiação do circuito será aumentada, por conta da recompensa para os vencedores dos novos torneios. Tanto o Atlantic quanto o Pacific Showdown contarão com 125 mil dólares cada em recompensas, enquanto a Gauntlet premiará 250 mil dólares.

(Daniela Rigon / Evelyn Mackus / ESPN Brasil)

 

compartilhe

Happy Farmer

Baixar

Jewel Bubbles 2

Baixar

Tuning Cars

Baixar

Astronaut Walking Saga

Baixar

Pizza Ninja II

Baixar

Farm Rescue

Baixar

Moto Drag Racing

Baixar

Football Cup 2018

Baixar

Get 10 Men

Baixar

Roulette Vegas Casino

Baixar

Roll That Ball 2

Baixar

Galaxy Shooter

Baixar

Confira as notícias e vídeos do mundo dos games

A incrível história de Wonder Blade, censurado na China
Pioneiro pós-apocalíptico em games, Wasteland volta em 2020
Top 12: os melhores RPGs lançados no PlayStation original
Agora já tem desodorante e linha de banho do... Xbox
Dica indie da semana: a divertida estética bizarra de GoNNER