GAMES 4U
 
09/05/2019

Fernando Souza Filho

Dicas para proteger crianças que jogam e navegam na internet

Educativo, MMO, Casual, Multiplayer, Hardware, iOS, Windows Phone, PC, Android 

Você acompanha tudo que seus filhos fazem na internet? Você monitora o que eles estão jogando online no tablet ou no celular? Se você responder “não” para essas duas perguntas, é hora de começar a rever seus conceitos para depois não colocar a culpa no resto do mundo quando um problemão “entrar” na sua família.

Hoje em dia, cada vez mais crianças e adolescentes navegam e jogam na internet com enorme naturalidade, porém, é dever dos pais estar atentos para os perigos da rede para que a diversão dos filhos seja segura e, sempre que possível, educativa.

"Assim como existem riscos no mundo digital, também há muitas ferramentas disponíveis para combatê-los e cuidar dos pequenos”, alerta Camilo Gutierrez, chefe de laboratório da ESET América Latina. “Para garantir a proteção na web, nós disponibilizamos um aplicativo de controle parental para Android, ESET Parental Control, projetado com o único propósito de proteger as crianças quando elas usam o smartphone ou tablet”.

A própria ESET dá quatro dicas para você garantir a segurança das crianças na internet:

1. ATUALIZE OS APPS
Certifique-se de que os dispositivos tenham seu software sempre atualizado: isso melhora os aplicativos para que eles incluam as funcionalidades mais recentes. Além disso, também mantém os usuários protegidos contra inúmeras ameaças, como malwares em geral. Isso ocorre porque as vulnerabilidades podem ser descobertas pelos pesquisadores de segurança e, se uma atualização não for feita, as falhas detectadas poderão continuar a apresentar riscos.

2. FAXINA NO QUE NÃO USA
Remova os elementos digitais que não são necessários: itens que não são mais úteis ou que não valem a pena salvar, músicas, pastas dentro de outras pastas, sucessões de arquivos. Tudo isso se torna um fardo desnecessário e consome espaço, mesmo que apenas digitalmente. Portanto, é importante fazer limpeza digital, eliminando ou arquivando tudo o que for inútil.

3. ESCOLHA SENHAS SEGURAS
Você tem ideia de quanta gente ainda usa “12345” como senha? Seja criativo ao escolher senhas. A adoção de boas práticas no uso de senhas dificulta o caminho dos cibercriminosos.

4. FAÇA CÓPIAS DE SEGURANÇA
Faça backup de todos os dados: os cibercriminosos estão cientes de que, ao obter informações em dispositivos pessoais, eles podem extorquir usuários. Como resultado, uma das tendências mais importantes dos últimos anos tem sido o tal de ransomware. A solução é realizar um backup dos dados periodicamente - inclusive há diversos serviços para fazer isso na nuvem. Dessa forma, se você for vítima de um ataque, uma cópia estará disponível para restaurar os dados.

(Fernando Souza Filho)

compartilhe

Scooby Doo Salvando Salsicha

Baixar

Zombie Chase

Baixar

Confira as notícias e vídeos do mundo dos games

Tekken 7 agora dá dicas para você melhorar sua performance
Baseado no game, anime de Ghost in the Shell estará na Netflix
Apex Legends ganha nova narrativa na 4ª temporada
Fortnite pode ganhar evento especial do filme Birds of Prey